Djs

dani

Dani Conegatti

Deejay, live performer e produtora de música eletrônica, Dani Conegatti em seus dj sets proporciona duas vibes diferentes e empolgantes. Em uma delas trabalhando com warm ups voltados para o nu disco e o soulful house, e em outra com raves e festas em geral, trazendo sets de electro house e progressive house, com bases fortes e synths envolventes.

Como live performer, Dani tem o projeto I-Scream, onde incorpora seu alter ego e com sua guitarra, synths e bases criadas por ela faz improvisações em momentos da apresentação, unindo o melhor do rock e do electro e, dessa forma, agradando a vários públicos.

Como produtora de música eletrônica, Dani compõe electros e mistura estilos, trazendo batidas brasileiras, mas também explorando elementos do indie e do rock.

Dani iniciou oficialmente sua carreira em 2010. Adquiriu esses três títulos em pouco tempo, pois esteve envolvida com música desde seus 15 anos, quando fez vários cursos de teoria e prática musical, ao mesmo tempo em que explorou de forma autodidata softwares de mixagem e produção musical. Após alguns anos, decidiu investir em uma especialização e aprendeu a profissão de Dj com Eduardo Irigaray, Dj referência no Rio Grande do Sul.


Dj Piá

Piá é um dos precursores do Movimento Hip-Hop no RS. Idealizou em 1984, um grupo de dança break e iniciou contato com o rap. Em 1989, criou a banda “Lords”, com a qual passou a apresentar-se em festas da periferia, chegando rapidamente às principais casas noturnas da cidade.

Em 1995, com a banda, grava o disco O Homem Errado (alusão ao caso de Júlio César, assassinado pela polícia ao ser confundido com um assaltante ao ter um ataque epilético, próximo ao local do crime).

Neste mesmo ano, participa da coletânea Outros Sons da Restinga, e inicia suas atividades como comunicador, apresentando o programa “Projeto Rap POA”, na Rádio Ipanema. Este projeto impulsiona grandemente o gênero, sendo Piá o primeiro rapper gaúcho a conduzir seu próprio espaço radiofônico.
Em 1996, produz a primeira coletânea de rap do estado, reunindo treze grupos de Porto Alegre, com patrocínio da Prefeitura Municipal. Lança, também, seu primeiro disco individual A Grande Caminhada (pelo selo Nosso Som). Torna-se conhecido no eixo Rio – São Paulo sendo convidado para realizar shows nestas duas importantes cidades.

Em 1997, lança o disco independente COISA DU DEMO e atua intensamente como agitador cultural, promovendo vários eventos.

Em 1998, depois de iniciar uma oficina de hip-hop para internos da Febem, grava com os “Cowboys Espirituais” (Júlio Reny, Frank Jorge e Márcio Petracco) a música Jovem Cowboy, introduzindo uma mistura de bombo leguero com guitarras e batida funk. A canção é premiada internacionalmente pelo CMT (Country Music Television – Miami/EUA), como Revelação da América Latina).

No mesmo ano, Piá foi colaborador do programa “Folharada”, da TV Bandeirantes, onde apresentava um quadro de rap e skate, lançando em 2000, o disco Um Pouco Sobre Todos Nós, pela gravadora Trama, demonstrando grande versatilidade como compositor e produtor. Em 2001, recebe o prêmio Açorianos de Melhor Disco de Rap e inaugura o Centro Cultural Redenção onde promove shows musicais e oficinas de discotecagem, break, grafite, capoeira e exposição de arte.

Em 2002 Piá começa a apresentar o programa Light Grooves onde mostra várias tendências da black music realizado diariamente na rádio Ipanema.
Dá espaço para o samba rock e samba soul onde mistura a música brasileira com a música negra norte americana. Criando um programa extremamente original com forte balanço e de agradável audição.

Em 2003 Piá começa a apresentar o Programa Beat Street na Ipanema dás 17:00 ás 18:00 onde o Hip Hop e o R&B são destaques. Em 2006 Piá ministra junta a secretária da juventude um projeto de oficinas de Dj por 15 regiões de Porto Alegre em escolas públicas. E também é mediador do projeto Expressões Urbanas que discutiu sobre a diferença da arte do grafite e do vandalismo da pichação.

Em 2008 Piá passou uma temporada de três meses em Los Angeles (USA) onde tocou em 29 festas misturando Hip Hop e Funk 70 com música Brasileira.

No set list como DJ Piá mixa, Hip Hop, Funk, Soul, Reggae, Reggaeton e Samba Rock!

Na rádio Ipanema FM 94.9 apresentou os programas

  • LIGHT GROOVES (Funk 70`s, Soul e RNB) | (De Segunda à Quinta, das 22:00 às 23:00)
  • BEAT STREET (Hip-Hop, RNB e Ragga) (De Segunda à Quinta, das 21:00 às 22:00)
  • 100% GROOVE (black music, rare grooves, samba rock e soul music) | (Aos Sábados das 19:00 às 21:00)
  • PROJETO RAP PORTO ALEGRE (rap nacional, old school rap e lançamentos) | (Aos sábados das 21:00 às 22:00, há dez anos no ar)
  • A VEZ DO BRASIL (Somente música brasileira) | (Terça, Quarta e Quinta, das 20:00 às 21:00)